sábado, 6 de julho de 2013

E, assim existe...

Um eu que é vós, Para não viver a sós... Um eu que é vós, Para desatar os nós - De nós... Sem voz (...)

Nenhum comentário:

Postar um comentário