sábado, 26 de março de 2011

Onde estão as palavras?

"Eu queria escrever um livro. Mas onde estão as palavras?
esgotaram-se os significados. Como surdos e mudos comunicamo-nos
com as mãos. Eu queria que me dessem licença para eu escrever ao som
harpejado e agreste a sucata da palavra. E prescindir de ser discursivo.
Assim: poluição.

Escrevo ou não escrevo?"

Nenhum comentário:

Postar um comentário