sábado, 26 de março de 2011

... Farei o possível para não amar demais

"(...) farei o possível para não amar demais as pessoas, sobretudo por causa das pessoas. Às vezes o amor que se dá pesa, quase como uma responsabilidade na pessoa que o recebe. Eu tenho essa tendência geral para exagerar, e resolvi tentar não exigir dos outros senão o mínimo. É uma forma de paz... "

Será que eu consigo não amar demais?
Ainda mais em se tratando do humano!?
Como não amar as pessoas?
Tá, eu sei que você tem milhares de coisas pra me dizer.
Mas como não amar as pessoas, ainda assim, eu me questiono!
Podem existir estas milhares de coisas, estas milhares de razões e talvez desrazões...
Mas sempre o que vai prevalecer é o mínimo.
E na maioria das vezes, o mínimo... Bom, o mínimo é o mínimo!
Basta!

Nenhum comentário:

Postar um comentário